O que você está procurando?

Eric Chatelain

Eric Chatelain

Moderador

Eric Chatelain completou o doutorado em Bioquímica em 1993 no INSA de Lyon, na França.
Após 5 anos na academia (ICRF, Londres, Reino Unido, e FMI/Novartis, Basel, Suíça) como
pesquisador, transferiu-se para a indústria farmacêutica (Spirig Pharma AG, Suíça) em 1999. O
foco era em P&D em Dermatologia, e Eric Chatelain coordenou o Laboratório de Pesquisa
Biofarmacêutica até 2003, passando então para o Departamento Pré-clínico, até 2007. Suas
atividades resultaram em importantes projetos que avançaram para o desenvolvimento
clínico.
Desde que entrou para a DNDi (iniciativa Medicamentos para Doenças Negligenciadas) em
2007, a principal função de Eric consiste em gerenciar diversos projetos/equipes em todo o
mundo que trabalham no desenvolvimento de novos medicamentos para doenças
negligenciadas. Sob sua liderança, foram apresentados até 10 candidatos pré-clínicos para
leishmaniose visceral (LV) e doença de Chagas, alguns dos quais estão agora sendo avaliados
em humanos. Até meados de 2009, foi responsável por todas as atividades de
triagem/descoberta precoce; então integrou a equipe de Chagas e assumiu a responsabilidade
por todos os projetos de descoberta e pré-clínicos relativos à doença. Durante esse período,
foi responsável pelo desenvolvimento de um ensaio de triagem de alto desempenho (high-
throughput screening, HTS) para avaliar compostos em relação à atividade contra Leishmania e
T. cruzi, os patógenos envolvidos em LV e Chagas, respectivamente, e lidera o esforço global
atual da DNDi na otimização de compostos líderes para essas doenças em parceria com
instituições reconhecidas da Austrália, Brasil, Europa e Coreia do Sul. Em 2011, desempenhou
um papel essencial na reestruturação dos programas de otimização de compostos líderes da
DNDi e hoje é um dos coordenadores de todo o esforço da DNDi para a otimização de
compostos líderes. Eric também lidera a estratégia de Biomarcadores de Chagas da DNDi e sua
implementação, assim como projetos de translação para aumentar a compreensão de relações
PK/PD e promover uma transição mais eficiente de compostos para ensaios clínicos.

REUNIÃO SATÉLITE

REALIZAÇÃO

ORGANIZAÇÃO